O Exercício do Trabalhador em condições de periculosidade da direito a um adicional incidente, sobre o salário mínimo da região, de acordo com o grau da insalubridade do agente nocivo.

São dispostas em três graus:

Grau Máximo: 40%

Grau Médio: 20%

Grau Mínimo: 10%

A Norma Regulamentadora NR-15 da Portaria nº 3214, de 08 de junho de 1978. do Ministério do Trabalho, estabelece os agentes nocivos, bem como os critérios qualificados e quantitativos para  caracterização das condições de insalubridade. Segue abaixo a lista:

  •  Ruído de Impacto
  •  Calor
  •  Iluminação
  •  Radiações Ionizantes
  • Trabalho  sob Condições Hiperbáricas
  •  Radiações Não Ionizantes
  • Vibrações
  •  Frio
  •  Umidade
  • Gases e Vapores
  • Poeira Minerais
  • Agentes Químicos
  • Agentes Biológicos
Para adquirir  o benefício é necessário trabalhar em alguma dessas áreas citadas acima, fazer um pedido administrativo a empresa contratante. Se não conseguir, abre-se a possibilidade judicial. Entra com uma ação pedindo o adicional , descrevendo as tarefas realizadas. Depois, haverá uma perícia para determinar se o trabalhador tem o direito.